X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

(77) 99823-5791

(77) 3441-6140

contato@radionovavidafm.com.br

Ouça a Rádio
TLM Personalização
Selma Ribeiro Assessoria em Mídias
Elite
Anuncie Conosco

Projeto Escolas Culturais é implantado em Brumado com apresentações artísticas e culturais

Postado por Jailton Neri dia em Notícias

Projeto Escolas Culturais é implantado em Brumado com apresentações artísticas e culturaisFoto: Ascom Educação
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

O projeto Escolas Culturais foi implantado pelo Estado da Bahia na última sexta-feira (10), em Brumado, no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Gestão e Meio Ambiente. O lançamento do projeto, mobilizou a comunidade e contou com apresentações de música, dança, poesia, capoeira, cordel, balé e outras manifestações culturais. A iniciativa vem sendo desenvolvida em 85 escolas em todo o estado.

“Essa é uma política que apesar de situada hoje, na prática, em 54 escolas, sendo duas por Território de Identidade, em que a gente já tem os coordenadores culturais e, ao mesmo tempo, toda uma política de interação com a sociedade, nas 85 unidades a gente já tem a prática. Na rede estadual como um todo, no dia de hoje, por exemplo, em comemoração ao Dia do Estudante antecipado, estamos tendo atividades culturais em mais de 600 escolas e todo ano a gente tem diversos projetos como o FACE [Festival Anual da Canção Estudantil], o TAL [Tempo de Artes Literárias], dentre outros, que são projetos que têm um traço cultural e isso é praticado em mais de mil escolas, além das práticas científicas”, destacou o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.

O secretário explica que o CEEP não será a única unidade escolar em Brumado a participar da iniciativa, “mas ele tem a tarefa, inclusive, de interligar as nossas escolas, de se relacionar com as escolas do município e, principalmente, com as entidades como a Academia de Artes e Letras de Brumado, e diversos artistas da cidade, assim como nosso velho conhecido José Walter, que é um artista de cordel”. Cada escola onde o projeto é desenvolvido passa a contar com um coordenador cultural, numa parceria com a IASPM-NEOJIBÁ, além de ações de requalificação e aquisição de novos equipamentos para projeção de audiovisual, apresentações artísticas e internet banda larga para o desenvolvimento de programas de rádio e ações de estímulo ao empreendedorismo.

A abertura da solenidade foi realizada com uma apresentação do Grupo de Capoeira Topázio e da Filarmônica Lira Ceciliana. No foyer da unidade escolar, os visitantes puderam apreciar as obras de arte do estudante Mateus Roseno e dos artistas Dill Rocha e Robson Trindade. No palco, os estudantes foram protagonistas e comandaram a festa com o que há de mais expressivo em suas artes, chamando a atenção de todos pela diversidade de talento revelada no ambiente escolar e através dos projetos de arte e cultura.

O estudante Alexandre Rodrigues, 20, que foi vencedor do projeto Dança Estudantil (DANCE) por três anos consecutivos, fez uma apresentação coreográfica sobre a liberdade. “Meu talento para a dança foi revelado aqui no CETEP em 2015 e, hoje, estou muito feliz de poder mostrar a minha arte neste importante evento de um projeto que vai proporcionar que todos os estudantes desenvolvam ainda mais os seus talentos”, disse o estudante, que concluiu no final do ano passado o curso técnico em Contabilidade.

Quem também expressou sua arte, através da poesia, foi a estudante Emille Cistina Silva,17, que faz o curso técnico em Administração. Ela recitou a poesia “Orgulho de ser nordestino”, de Bráulio Bessa. “Sempre gostei de poesia e, para mim, é um prazer me apresentar com esta poesia que retrata muito bem a temática do povo nordestino. Este projeto é muito importante, pois abre portas para a sociedade se integrar coma escola para valorizar a cultura local”, frisou a estudante.

O projeto Escolas Culturais é resultado de parceria entre as Secretarias da Educação (SEC), de Cultura (SECULT), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e Casa Civil. O evento também contou com as presenças do superintendente de Cultura, Elissandro Magalhães, representando a secretária de Cultura do Estado, Arany Santana e autoridades locais.

                                                                                                   Fonte: Ascom Educação

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: