X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

(77) 99823-5791

(77) 3441-6140

contato@radionovavidafm.com.br

Ouça a Rádio
TLM Personalização
Anuncie conosco
Anuncie Conosco

Educação em tempos de ensino remoto

Postado por Luciane Martins dia em Notícias

Educação em tempos de ensino remotoFoto: Divulgação
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

O crescente número de casos de covid-19, as mais de 280 mil vidas perdidas no Brasil, e os 95 brumadenses mortos pela complicação da doença. Levou muitas regiões a optarem pela modalidade de ensino remoto, que veio numa espécie de educação à distância. Um EAD improvisado que envolveu professores, estudantes, pais, sociedade, cidadãos e governo.

Pensando nessa realidade, durante essa semana a assessoria do programa Bom dia Nova Vida e a Rádio 87.9 FM, realizou uma enquete de opinião pública nas redes sociais perguntando aos ouvintes: O que você acha do ensino remoto? Vai funcionar? Será que as crianças vão ter um resultado satisfatório como no ensino presencial?!

Antes de apresentar as opiniões dos ouvintes, convido você a refletir o que diz o artigo n° 205 da Constituição Federal de 1988.

A educação, é um direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania, e sua qualificação para o trabalho. (Brasil, CF 1988).

Sendo assim, quanto ao resultado da enquete que divide opiniões sobre o ensino remoto, a maioria concorda que o mesmo nunca será satisfatório como o ensino presencial, mas apesar de desafiador, se apresenta como a única solução viável no atual momento de descaso com a vida no Brasil, para que as crianças e os jovens, nossos filhos, não perca o ano letivo.

Desta forma, para muitos professores fica a preocupação de não terem o preparo para tal atividade, e ainda as dificuldades tecnológicas e financeiras que envolvem todo o trabalho em Home Office.

Para o governo fica visível a falta de infraestrutura tecnológica e digital, a falta de políticas públicas nas escolas, e ainda a ineficiência no diálogo com a comunidade escolar e a família.

Para os pais, fica a angústia de terem se tornado de uma hora para outra professores de seus filhos. Uma vez que, infelizmente há muito tempo, muitos trazem consigo o pensamento desajustado de que o professor, é o único responsável pela educação dos filhos.

E para todos nós, cidadãos brasileiros, seres humanos, filhos e filhas de Deus, fica a ansiedade, o medo, e a exaustão que carregamos a mais de um ano na luta contra os impactos e as dores causadas por essa pandemia. E seguimos, com esperança da "cura", e de olhos abertos na utopia da vacina para todos.

São reflexões que se fazem necessárias!

Contudo, como certeza pôde-se compreender pós pandemia de forma escancarada a precariedade existente na educação brasileira.

Mas, e se pensarmos tudo isso pelo lado positivo do aprendizado? E se cada pai, mãe, filho, professor, aluno... Se o governo fizer a sua parte para metamorfosear, ou seja, para transformar a educação?

A começar pelos estudantes, para que mantenham a sua rotina de estudos em casa, mesmo que seja pelo celular, computador, por vídeos, plataformas digitais, livros, ou até mesmo por meio do seu caderno, fazendo desse como diz Toquinho, "seu amigo, seu abrigo sem nunca esquecê-lo num canto qualquer."

Se o governo investir muito mais na educação, nos professores, e nas políticas públicas digitais?

E se os professores se dedicarem ainda mais, e dinamizarem ainda mais as aulas remotas para seus alunos?

E se a sociedade, responsáveis, e as famílias participarem mais? E se os pais incentivarem os estudos de seus filhos?

Porque a escola é transitório, mas os filhos são para sempre.

 É algo a se pensar, a refletir; e depois agir. Afinal, estamos falando de educação e de proteção à vida, e sem a vida não há educação. Pois já dizia Paulo Freire:  "Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas.

E as pessoas, transformam o mundo".

 

Por Angela Silva
18/03/2021
 
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: