X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

(77) 99956-0325

(77) 3441-6140

contato@radionovavidafm.com.br

Ouça a Rádio

IX Assembleia Nacional da Pastoral do Menor

Postado por Jailton Neri dia em Notícias

IX Assembleia Nacional da Pastoral do Menor Foto: PASMEN
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

A IX Assembléia Nacional da Pamen teve início na noite do dia 14, no recanto Coqueiro d´Agua, em Santa Luzia, MG. Na mesa de abertura a presença de Andre Franzini, Coordenador Nacional da Pamen, D. Luiz Gonzaga Fechio, Bispo Referencial da Pastoral do Menor Nacional e dos convidados: D. Guilherme Antônio Werlang, presidente da Comissão Episcopal para Serviço da Caridade, Justiça e Paz da CNBB e D. Enemésio Lazaris, representante dos Bispos Referenciais dos Regionais Pamen.
D. Enemésio agradeceu a todos os agentes pelo trabalho realizado nas dioceses e enfatizou a importância de cada um ajudar as pessoas a viver sua liberdade: “foi para a liberdade que o Cristo nos libertou” , lembrou o Bispo.
Na sequencia, D. Guilherme destacou que uma Pastoral tem suas peculiaridades e seu eixo, a Igreja e as Pastorais não são movimentos sociais, pois sua motivação não pode ser ideologias, posições partidárias, mas sim o evangelho: “o que nos move é o evangelho, a fé no Cristo. Não existe ideologia mais forte que Jesus”. Entretanto, uma Pastoral deve trabalhar com as “potencializações sociais”, ou seja atuar com os movimentos, com o Estado, autoridades diversas. Também enfatizou a importância do agente de pastoral estar próximo ao povo e colaborar com a transformação da realidade: “agente pastoral não pode ser assistencialista, deve ter ações transformadoras e libertadoras”
O Bispo Referencial da Pamen, Dom Luiz Fechio, fez sua fala alusiva aos 40 anos de Pastoral do Menor. Enfatizou que é preciso olhar pra frente sem deixar de olhar pra trás, no sentido de entender a trajetória que iniciou com D. Luciano Almeida, a quem Dom Luiz fez questão de lembrar que está sob processo de beatificação. Então conclamou os agentes a agir conforme o fundador da Pamen: “olhar pra frente buscando ter a firmeza do olhar de D. Luciano, sem tirar os pés no chão para por a mão na massa”, sendo motivados como cristãos a ser sal e luz.
O coordenador nacional da Pamen, André Franzini, finalizou as apresentações da mesa agradecendo ao Bispo D. Luiz pela forte presença que foi força para os todos nos mais diversos momentos, assim como a vice coordenadora, Lourdes Viana. Logo após destacou a experiência da gestão da coordenação nacional e do conselho neste triênio que se encerra agora, enfatizando o espírito de coletividade e cordialidade como marca da gestão. Segui-se com os encaminhamentos da Assembleia até o dia 18.
A posse da coordenação nacional e das coordenações de regionais e região ocorreu na manhã do dia 18 que encerra a IX Assembleia Nacional Pastoral do Menor .
A cerimônia foi envolvida de uma mística que demonstrou a força do entrelaçamento que une todos os regionais e regiões do Brasil e a luz que cada um é e transmite ao outro demonstrado pelas velas coloridas que representavam cada região . D. Luiz Gonzaga Fechio, bispo referencial da Pamen junto com o D. EnemÉsio, bispo referencial Pamen-Maranhão realizaram a bênção de todos os coordenadores.
As novas coordenadoras da Pamen Nacional, Marilda Lima e Lourdes Viana, receberam a benção de D. Luiz Fechio.
Logo após, Pe. Ovídio Andrade, do regional sudeste, fez uma homenagem de agradecimento a todos os presentes da Assembleia.
Para o encerramento da IX Assembleia, Pe. Valter, regional sul, realizou a celebração de envio.

Texto: PASMEN 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: